Quer uma alimentação saudável pode prevenir os resfriados?

O resfriado é uma das afecções mais comuns em épocas como o outono e o inverno, por causa das bruscas variações de temperatura, que favorecem a disseminação de vírus. Uma alimentação saudável baseada no consumo de legumes e frutas como o kiwi é a chave para prevenir este tipo de infecções, em geral, benignas, de acordo com os entrevistados por Zespri. Dor na garganta, seguida de corrimento nasal ou gotejamento nasal, espirros, mal-estar geral, obstrução nasal e cansaço são alguns dos sintomas mais destacados do resfriado comum. Mais de metade dos espanhóis, ou seja, 58% dos mesmos, não tem dúvida em afirmar que uma alimentação adequada pode ajudar a prevenir os efeitos deste tipo de infecções. Todos estes resultados, derivados do I Estudo socio-sanitário sobre o impacto do resfriado comum na população espanhola desenvolvido por Zespri, dão conta da importância que os cidadãos dão o que comer a cada dia para desfrutar de um melhor estado de saúde e de bem-estar. Frutas e legumes para prevenir resfriados O estudo mostra que 4 em cada 10 entrevistados incluem uma série de alimentos específicos na sua dieta para evitar os efeitos desta doença, sendo, como são paulo, em linhas anteriores, as frutas e os legumes os melhores aliados. Para ser mais exato, os entrevistados não hesitam em afirmar que frutas como a laranja e o kiwi são fundamentais neste sentido, devido ao seu elevado conteúdo em vitamina C, ideal esta última para reduzir em tempo e intensidade da sintomatologia do resfriado comum, tal como decorre de diversos estudos científicos. Em qualquer caso, a população em linhas gerais, segue sem ser consciente de que o kiwicontiene três vezes mais vitamina C do que uma laranja, embora nos possa parecer o contrário. Só temos de verificar a composição de um kiwi Zespri SunGold de 100 gramas para nos dar conta de que tem 161, 3 mg de vitamina C. para além deste ponto, você tem que lembrar que o kiwi também se destaca por suas propriedades antioxidantes e, em suma, pela sua capacidade para o correto funcionamento do sistema imunitário. No último ano, 9 de cada 10 crianças entre os 2 e os 14 anos têm sofrido resfriado, entre os quais 69% recorreram ao médico, sendo o médico da Segurança Social o profissional escolhido. Por sua parte, mais da metade da população adulta portuguesa (58%) tem sofrido esta infecção, dos quais apenas um terço procurou o médico para o diagnóstico e tratamento. Quando se sofre de constipação, recorre-se aos complexos vitamínicos em 10%, os descongestionantes nasais em 56% e os medicamentos convencionais em 77%. De entre as complicações decorrentes deste tipo de problemas, podemos destacar a faringite, sinusite e afonia, embora quase a metade dos mesmos não chegou a tais extremos. 56% dos entrevistados não tem dúvida em afirmar que o resfriado afetou de forma negativa a seu desempenho no trabalho, para 67% em seu desempenho nos estudos e 43% para as tarefas domésticas habituais. Você também vós pensais, que a alimentação é essencial para prevenir a formação de constipações?, cuidais que o kiwi é básico para obtê-lo?