Para que serve uma audiometria?

Um teste de audiometria analisa a capacidade que tem uma pessoa para ouvir sons. Estes variam em função da intensidade e o tom e a audição ocorre quando as ondas sonoras estimulam os nervos do ouvido interno, levando o som ao nosso cérebro. Na hora de se preparar para um teste de audiometria não precisamos de muitas precauções. A única coisa é ter certeza de que não temos cera para que não interfira com os resultados do exame. Em relação a possíveis efeitos secundários derivados não há que abrigar nenhuma preocupação, porque é uma prova segura. As audiometrías não causam nenhum tipo de desconforto e sua duração pode variar entre 10 minutos até quase uma hora. Isso vai depender do detalhe que esteja procurando o médico que nos faça o exame. Como é a audiometria? A primeira coisa que faz de nós o médico é um audiograma. Com isso, sentiremos bloqueado o nosso ouvido, de forma que se avalie a capacidade que temos para ouvir sussurros e outros sons baixos. Com a audiometria é que se obtém uma medição mais exata da audição do paciente. São utilizados aparelhos que se conectam a outro aparelho chamado audiómetro. Transmitem sons, com uma intensidade controlada, um ouvido ou outro, e o paciente levanta a mão ou com o pressionar de um botão para indicar qual ouvido chegaram esses sons. Devemos ter presente que sofrer algumas doenças pode levar a que o profissional confunda os dados oferecidos pelo teste. Assim que, se sofremos algum transtorno teremos que informar. Quando devemos fazer uma audiometria? Às vezes sofremos algum acidente ou doença que pode prejudicar nossa capacidade auditiva. Se percebemos que não ouvimos, como de costume, o que temos que prestar mais atenção e, mesmo assim, perdemos coisas da conversa, podemos estar perante um indício de auditiva. Algumas das doenças que podem provocarnos problemas na audição podem ser um trauma acústico ou da cabeça, um distúrbio hereditário, doenças crônicas do ouvido ou do ouvido interno. Certo é que, às vezes, consumimos alguns medicamentos que podem danificar o nosso ouvido, com o que há que ter cuidado quando estivermos tomando e vigilarnos. Os resultados do teste podem ser muito díspares, já que existem muitos tipos e graus de auditiva. Por outro lado, a dimensão e a forma de perder a capacidade auditiva pode levar-nos à origem da doença e para que possamos calcular as possibilidades que existem de recuperar a audição. O que sabe-vos a respeito das funcionalidades para que servem as audiometrías?, haveis feito alguma?, como foi a experiência?