Dicas saudáveis para superar os excessos de natal

Bolos, marzipan, polvorones, amendoados e um rolo torcido de Reis como toque final para as festas de natal serão alguns dos protagonistas mais destacados nos banquetes dos próximos dias. Vos damos algumas chaves para superar os excessos em que muitos de nós costumamos cair durante estas datas. Os especialistas são unânimes em afirmar que a pastelaria de natal é altamente nutritivo, apesar das calorias presentes em sua composição nutricional. A chave é não abusar no extremo deste tipo de delícias e estabelecer um controle, uma vez que as propriedades que contêm são saudáveis para o nosso organismo. O segredo está em mudar os nossos hábitos e a aposta por uma vida mais saudável como a que nos propomos Habitação Saudável. Chave para superar os excessos nas comidas de natal Dito isso, não seria mal ter em conta uma série de dicas para sobreviver a essas festas da melhor forma possível. Entre outras coisas, eu recomendo evitar o típico lanche enquanto cozinhamos. No caso de que você não pode resistir a tentação de comer salgadinhos, biscoitos, doces ou gomilonas, retira umas cinco ou seis unidades e não comas mais valor ao que você sente na mesa. Ao mesmo tempo, é conveniente evitar os molhos, que são ricas em gorduras e açúcar, as quais, apesar de melhorar o sabor dos pratos e torná-los mais agradáveis ao nosso paladar, o certo é que podem contribuir para aumentar o nosso peso ao termo das férias. O mais aconselhável é substituir esses temperos por outros ingredientes, como ervas e temperos como o alho, a cebola, o endro ou a hortelã-pimenta. Assim conseguirá que os pratos sejam mais leves e menos complicados, ao mesmo tempo que a digestão será menos pesada e evitar o temível excesso de calorias que aludíamos em linhas anteriores. Igualmente há que apostar no máximo a hidratação e beber pelo menos dois litros de água por dia, uma prática que não só devemos reduzir a época do natal, mas expandir para o resto do ano. Desta forma, vamos evitar a retenção de líquidos que aparece depois de compulsão alimentar, bem como reduzir os efeitos próprios da desidratação produzidos pelo álcool. Falando deste último, não devemos abusar do álcool, porque contribui com calorias vazias, das quais o organismo não tirará proveito algum. Para dar aos pratos um toque mais saudável durante estes dias, o melhor que podemos fazer é incorporar alimentos frescos e da estação, dando especial importância a frutas como a granada, a laranja e o kiwi, ricos em vitamina C, ideal para fortalecer nosso sistema imunológico e ajudar o nosso organismo a absorver o ferro de outros produtos. Também não temos de lembrar que a mastigação também desempenha um papel importante no nível de saciedade do nosso organismo. Embora possa ser um tanto desconfortável, temos de procurar mastigar entre 15 e 20 vezes cada bocado, algo que nos ajudará a ter uma digestão mais saudável. Para fugir da acumulação de gorduras, podemos compensar a situação praticando algum exercício durante a semana. Não é necessário realizar grandes esforços, é o suficiente para sair para caminhar, pedalar ou praticar algo de corrida. Chegou o momento de desfrutar de refeições de natal, sem que nossa saúde se veja prejudicada, não vos parece? Quais outras dicas aportaríais vós para sobreviver aos excessos do Natal?