Cursos de formação em saúde ambiental e segurança alimentar

Gostaria de formar-se em saúde ambiental e segurança alimentar, seja para se especializar neste campo ou conhecer as medidas que podemos aplicar em nossa vida diária, para garantir a saúde do planeta e de nosso próprio organismo? A oferta de cursos de formação neste domínio, é cada vez mais ampla na sociedade, por isso tenha muito diversas alternativas para escolher. A poluição é uma das principais causas de mortalidade em todo o mundo, afetando a 100 milhões de pessoas. Estudos confirmam que uma exposição prolongada a um ambiente contaminado poderia desenvolver, a longo prazo, doenças do coração, como os acidentes vasculares cerebrais ou doenças cardíacas isquêmico. Apesar dos riscos que a poluição pode provocar para a nossa saúde, não tomamos as medidas apropriadas para frear seu avanço imparável. Só temos de recorrer aos dados oficiais para perceber isso. Sem ir mais longe, 14 bilhões de quilos de lixo são despejados ao mar a cada ano. Outro dado nada desprezível é que 46% dos lagos nos Estados Unidos estão expostos a tal nível de poluição que não são adequados para a pesca, para não falar de que só nos Estados Unidos, 1, 2 bilhões de litros de água de esgoto sem tratamento e resíduos industriais são despejados na água. Saúde ambiental e segurança alimentar Proteger a saúde do nosso planeta, é garantir o nosso bem-estar e o das futuras gerações o dia de amanhã. Precisamente, áreas como a saúde ambiental centram-se na criação de espaços propícios para a saúde, com ações desenvolvidas no meio ambiente, como o controle e prevenção de situações que possam pôr em perigo o nosso próprio bem-estar. Toda esta poluição afeta o fato de que a nossa segurança alimentar consulte seriamente prejudicada. Tudo isso para não falar dos produtos químicos utilizados na agricultura, como os pesticidas e fungicidas para alimentos como as frutas, verduras, legumes ou carne de gado comum. Em novembro do ano de 1996, os responsáveis de governos e estados de mais de 180 nações, reunidos em Roma, na Cúpula Mundial sobre a Alimentação (CMA), a convite da FAO, assinaram a Declaração sobre a Segurança Alimentar Mundial. Nela se dá conta de que toda pessoa tem de ter acesso a alimentos saudáveis e nutritivos, seguindo sempre o direito de toda pessoa a não padecer de fome. Esta segurança implica, portanto, a oferta e disponibilidade de alimentos adequados, estabilidade da mesma, em função da época do ano, a capacidade para adquirir estes produtos, assim como a boa qualidade dos mesmos. Nos países desenvolvidos, os três primeiros estão garantidas, pelo que as políticas de controle centram-se especialmente aos problemas de higiene, qualidade e inocuidade. Os cursos de formação em segurança alimentar e saúde ambiental se aproximar de alguns desses conteúdos para que você tenha os recursos necessários para prevenir este tipo de situações, que além de prejudicar a nossa Mãe Terra, chegam a prejudicar o nosso estado de saúde, a médio ou longo prazo, embora em um primeiro momento, para que não estejamos conscientes disso. Este tipo de cursos, ministrados por empresas de segurança alimentar e saúde ambiental serão abordados temas relacionados com a gestão de saúde, avaliando o impacto ambiental dos temas relacionados com a saúde. Igualmente se darão conhecimento para saber como desenvolver projetos voltados para a recuperação de meios naturais degradados pela poluição, tanto do ar, do solo e da água. Haveis matriculado em um destes cursos?, como foi a vossa experiência?, quais nos recomendaríais?